Copy
Newsletter semanal de negócios sobre Portugal e a China
02/2016
Veja este e-mail no seu browser
Sovena é uma das maiores do mundo no negócio do azeite in Económico
China vai investir €11 mil milhões em infraestruturas aeronáuticas este ano in RTP 
Banco Central Chinês injecta 13 mil milhões no sistema financeiro in TVI24
Vendas de automóveis na China aumentaram 4,7% em 2015 in Económico
Petróleo afunda mais de 5% para novo mínimo in Jornal de Negócios
Homem mais rico da China anuncia aumento de receitas em 20% in Económico
China anuncia missão espacial tripulada em 2016 in RTP
China opõe-se ao teste nuclear da Coreia do Norte in Jornal de Notícias
Curso CCILC-CEGE "Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China" AQUI
Curso CCILC - Sala d´aula "Mandarim A1-1"  AQUI
Business Challenges in China, E-commerce and Intelectual Property Rights | 28 Janeiro AQUI
Conferência EU-China: China´s New Normal: What´s in it for Businesses | 28 Janeiro AQUI
Almoço com o Sra. Embaixadora e Chefe da Missão da China na UE | 3 Fevereiro AQUI
China International Organic and Green Food Industry Expo 2016 | 14-16 Abril AQUI
LPS Beijing 2016 – Feira de Imobiliário de Luxo | 22-24 Abril AQUI
XIII Feira Internacional das PME na China | 10-13 Outubro AQUI
Hamburg Summit: China meets Europe | 20 Outubro AQUI

CCILC na Conferência Nacional do Turismo Residencial e do Golfe

No passado dia 10 de dezembro, no Hotel Pestana Palace em Lisboa, teve lugar a Conferência Nacional do Turismo Residencial e do Golfe 2015, que contou com a participação da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa (CCILC), através do Secretário-geral, Sérgio Martins Alves, que esteve presente como orador, num painel composto também por Frederico Mendonça (CBRE), Hugo Ferreira (APPII) e Margarida Caldeira (Broadway Malyan).

Durante a sua intervenção, o Secretário-geral da CCILC reconheceu que em relação à captação de investimento "o país deu um salto muito importante nos últimos anos", apesar de reiterar que para uma maior projeção da economia portuguesa nos mercados internacionais, e em especial, na China, "é preciso uma maior articulação entre a tutela, a AICEP e o Turismo de Portugal, mas também entre estas entidades e as várias associações e empresas da esfera privada que fazem esse trabalho promocional."

Leia a notícia na íntegra in CCILC

Haitong põe "balas" portuguesas para acertar na bolsa

Está a ser um arranque de ano desafiante nos mercados accionistas. As bolsas europeias são as eleitas, mas nem essa preferência tem evitado fortes quedas nos índices da região, incluindo das praças ibéricas. Um desempenho negativo que está a ditar perdas generalizadas, mas há empresas que podem destacar-se pela positiva. São as "balas de prata" do Haitong que para este primeiro trimestre de 2016 elegeu, na sua maioria, cotadas portuguesas para caçar ganhos em bolsa. 

Portucel e REN já eram duas das eleitas do banco de investimento no final do ano passado, assim como a espanhola Euskaltel. Estavam no "tambor" e continuam. Mas a elas juntam-se a CIE Automotive, a Sonae e os CTT (que substituem a Ence, Logista e Mediaset España). Metade das preferidas são substituídas, com as cotadas nacionais a passarem à frente das empresas espanholas. Das seis "balas" do Haitong para bater as bolsas nestes primeiros três meses, quatro são nacionais.

Leia a notícia na íntegra in Jornal de Negócios

Grupo Chinês vai investir €100 milhões em Lisboa

É um dos poucos terrenos de grandes dimensões bem no centro de Lisboa (forte concorrente ao da Feira Popular) e poderá em breve ser adquirido pelo grupo chinês Level Constellation. A empresa, que já investiu €20 milhões em Portugal, apresentou esta semana o seu mais recente projeto residencial, o Ouro Grand, mas tem intenção de investir entre 100 e 150 milhões num só empreendimento de grandes dimensões, construído de raiz e a edificar no centro de Lisboa.

A negociar ativos do Novo Banco já há algum tempo, a escolha dos investidores chineses poderá recair no terreno que em tempos pertenceu à Temple, de Vasco Pereira Coutinho, situado entre a Artilharia Um e a Avenida de Joaquim António de Aguiar, junto às Amoreiras.

Leia a notícia na íntegra in Expresso

Vistos Gold já trouxeram 1,6 mil milhões em investimento

Desde 2012 até ao final de dezembro do ano passo foram concedidas 2.788 Autorizações de Residência para Investimento (ARI), das quais 2635 por via do requisito da aquisição de bens imóveis, pelo que esta modalidade representa cerca de 95% do total dos vistos atribuídos.

Os dados, hoje divulgados pela APEMIP – Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal, referem que dos 1,6 mil milhões de euros de investimento realizados ao abrigo desta modalidade, cerca de 1,5 mil milhões foram aplicados no sector imobiliário.

Leia a notícia na íntegra in Expresso

Receitas da Huawei aumentam 70% em 2015

As receitas da gigante tecnológica chinesa Huawei aumentaram 70% em 2015. A marca regista agora receitas no valor de mais de 20 mil milhões de dólares (18,6 mil milhões de euros), escreve esta quarta-feira, 6 de Janeiro, a BBC.

A Huawei, uma das maiores vendedoras de "smartphones" logo a seguir à Apple e à Samsung, revelou também que as exportações aumentaram 44%, com 108 milhões de unidades a serem vendidas no estrangeiro durante o último ano.

Leia a notícia na íntegra in Jornal de Negócios

China Three Gorges vai gerir 2 barragens no Brasil

O grupo China Three Gorges assinou terça-feira com o Ministério de Minas e Energia do Brasil os contractos relativos às concessões de dois aproveitamentos hidroeléctricos no país, de acordo com a agência noticiosa Brasil.

A assinatura culmina um leilão em que o grupo chinês pagou 13,8 mil milhões de reais (3,66 mil milhões de dólares) para ficar com a concessão de dois grandes aproveitamentos hidroeléctricos no Brasil.

Leia a notícia na íntegra in Macauhub

Empresa chinesa investe em energia em Moçambique

A empresa chinesa Shanghai Electric Power (SEP) acordou investir 25,5 milhões de dólares num projecto de produção de energia em Moçambique contra a obtenção de uma participação de 60% na Ncondezi Power Company (NPC), informou o grupo Ncondezi Energy.

A Ncondezi Power Company era até à data da assinatura do acordo de desenvolvimento conjunto uma subsidiária a 100% do grupo britânico Ncondezi Energy que detinha o controlo a 100% do projecto de construção de uma central térmica abastecida a carvão na província de Tete.

Leia a notícia na íntegra in Macauhub

Grupo Wanda compra estúdios Legendary em Hollywood

O negócio, o maior realizado por uma empresa chinesa no setor cultural fora da China, foi confirmado hoje pelo presidente do grupo, Wang Jianlin, o homem mais rico do país, através de um comunicado.

Em 2012, o Wanda concluiu a compra da empresa norte-americana AMC Entertainment, proprietária da segunda maior cadeia de cinemas dos EUA, por 2.600 milhões de dólares (1.940 milhões de euros).

Leia a notícia na íntegra in Notícias ao Minuto

CCILC
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
Copyright © 2018 Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa, All rights reserved.