Copy
Newsletter semanal de negócios sobre Portugal e a China
19/2016
Veja este e-mail no seu browser
 English news HERE | ä¸­æ–‡æ–°é—»è¿™é‡Œ
Participe no Caderno Especial China - Colaboração CCILC e Jornal Expresso in CCILC
China deve crescer 6,7% no 2º trimestre, diz pesquisa oficial do país in Globo
Matérias-primas dão novo impulso à economia in OJE
China pretende se tornar numa "superpotência virtual" in Sputnik News
Chineses interessados na compra do AC Milan in SAPO
Curso tecnológico para empreendedores: Le Wagon - Fábrica de Start-ups | 27 de Junho AQUI
I Fórum Económico Portugal-China | CCILC- Fundação AIP | 15 e 16 Novembro AQUI
EBAN 2016 Congress no Porto - Participação CCILC | 25, 26 e 27 Maio AQUI
Network for Africa - Business & Culture Development: Com a presença da CCILC | 27 a 29 Maio AQUI
Save the Date: 11º EU-China Business Summit já tem data marcada, realizando-se nos próximos dias 12 e 13 de Julho em Pequim
Exibição "Global by Design: Chinese Ceramics from the R. Albuquerque Collection" | 25 Abril - 7 Agosto AQUI
China Beijing International Fair for Trade in Services | 28 Maio - 1 Junho AQUI
3º Encontro Ourém-Minas Gerais (Missão Empresarial) - 29 de Junho a 2 de Julho AQUI
2ª edição do "Maritime Silk Road Port International Cooperation Fórum | 11 Julho AQUI
Emprego AQUI|Negócios AQUI

China Three Gorges investe mais €300 milhões na EDP este ano

A maior acionista da EDP, a China Three Gorges (CTG), vai investir 300 milhões de euros neste ano na empresa portuguesa e ainda deverá deixar alinhavados negócios de mais 300 milhões, mas cujo dinheiro só entrará no ano seguinte.

Mais informações em DN

Associação chinesa admite investir €10 mil milhões em Portugal

O representante da Associação de Novos Empreendedores de Xangai, Zheng Yonggang, avançou que pode investir até 10 mil milhões de euros em Portugal. O investimento pode ser feito em vários setores de atividade, entre os quais o futebol. 

Mais informações em Dinheiro Vivo

Novo Banco poderá ser comprado por investidor chinês

O presidente do ShanShan Group, Zheng Yonggang, que está em Lisboa em representação da Associação de Novos Empreendedores de Xangai, afirmou ontem estar confiante que o Novo Banco vai ser adquirido por um investidor chinês.

Mais informações em DNotícias

CGD pretende ser facilitador de negócios entre a China e os países de língua portuguesa

O grupo estatal financeiro português Caixa Geral de Depósitos (GCD) está-se a posicionar para, a partir de Macau, onde tem uma presença relevante através do BNU, funcionar como um facilitador de negócios entre a China e os países de língua portuguesa, disse à Macauhub Alberto Soares, “Chief China Officer” do grupo.

Mais informações em Macauhub

IDE na China aumenta 4,8% entre Janeiro e Abril

O investimento directo estrangeiro (IDE) na China subiu 4,8% entre Janeiro e Abril face ao mesmo período do ano anterior, para 288,780 milhões de yuan (39,788 milhões de euros), anunciou hoje o Ministério chinês do Comércio

Mais informações em Notícias ao Minuto

China vai acabar com monopólio milenar estatal sobre o sal

A partir de 2017, a China vai acabar com o monopólio estatal sobre o sal. Há mais de dois mil anos que o estado chinês controla os preços de distribuição e produção do produto. De acordo com a rede de televisão estatal CCTV, o Conselho de Estado da China decidiu iniciar uma reforma que, na prática, vai acabar com o monopólio do governo. As mudanças, porém, não preveem autorizar mais produtores ou vendedores de sal.

Mais informações em EBC

Bruxelas relutante em atribuir o estatuto de economia de mercado à China

A Comissão Europeia considerou hoje, durante um debate no Parlamento Europeu, que conceder o estatuto de economia de mercado à China seria uma escolha "insustentável" na situação actual. "A China não é certamente uma economia de mercado em todos os padrões", disse um membro da Comissão Europeia - o comissário europeu Vytenis Andriukaytis - na sessão plenária do Parlamento Europeu, em Estrasburgo.

Mais informações em Económico

Moçambique: Presidente Nyusi visita China na próxima semana

A visita de Nyusi, entre 16 e 21 de Maio, acontece após o embaixador chinês em Maputo, Sun Jian, ter declarado, na semana passada, que o seu país vai aumentar o apoio a Moçambique e ajudar o país a ultrapassar a crise financeira que enfrenta. A economia moçambicana está a ser abalada por uma forte desvalorização do metical, aumento da inflação e desaceleração do crescimento, e também pelos efeitos da revelação de avultados empréstimos garantidos pelo Estado e que fizeram disparar a dívida pública.

Mais informações em Angop

CCILC
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
Copyright © 2020 Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa, All rights reserved.