Copy
Newsletter semanal de negócios sobre Portugal e a China
31/2016
Veja este e-mail no seu browser
 English news HERE | ä¸­æ–‡æ–°é—»è¿™é‡Œ
Cuatrecasas, Gonçalves Pereira assessora Osram na venda do negócio de lâmpadas a consórcio chinês in CCILC
Capacidade de energia eólica da China cresce 30% in People
Fosun deixa Fidelidade fora do projeto BCP in Jornal de Negócios
Azeite alentejano eleito o melhor do mundo in Observador
Uber chinesa funde-se com rival local in Expresso
Portugal pode aprender matemática com os chineses in Sol
Curso de Pós-Graduação em International Business - ISEG/CEGE | Inicio de Setembro AQUI
Workshops Portal Martim Moniz para empresários in CCILC
I Fórum Económico Portugal-China | CCILC- Fundação AIP | 15 e 16 Novembro AQUI
Missão Empresarial da União Europeia a Pequim | 23-25 Novembro AQUI
China International Fair for Investment and Trade 2016 | 8 a 11 Setembro AQUI
Missão Empresarial na China - MIF 2016 e II Fórum dos Jovens Empresários China-PLP (AJEPC) | Outubro 2016 AQUI
Visita de estudo à China - CEGE/ISEG | 13 a 25 de Outubro 2016 AQUI
Emprego AQUI|Negócios AQUI

BCP: Fosun é um "investidor credível" e proposta é "positiva"

A proposta da Fosun para assumir uma posição de até 30% no capital do Banco Comercial Português é "positiva" e o investidor chinês é "credível". A avaliação é da gestão do banco português e foi revelada aos analistas na "conference call" que decorreu para debater os resultados do BCP, de acordo com um research publicado esta segunda-feira pelo CaixaBI.

Apesar de avançar com esta reacção positiva à proposta da Fosun, o BCP fez saber aos analistas que não queria efectuar mais comentários, uma vez que era "ainda muito cedo" para ter uma análise detalhada, já que a mesma foi recebida a 30 de Julho.

Mais informações em Jornal de Negócios

Haitong Bank propôs solução à margem do concurso para o Novo Banco

O presidente executivo do Banco Haitong, José Maria Ricciardi, informou o Fundo de Resolução de que este banco, associado a outros investidores, pode avançar com uma oferta de capitalização e de aquisição parcial do Novo Banco. Ficou já acordado que Ricciardi regressará ao Banco de Portugal em Setembro para formalizar a proposta.

Dias antes de 30 de Junho, a data limite para os grupos que tinham levantado o caderno de encargos de venda do Novo Banco apresentarem ofertas vinculativas, o Fundo de Resolução, gerido pelo Banco de Portugal (BdP), foi contactado pelo Banco Haitong (ex-BESI).

Mais informações em Público

China investe na inovação e lidera no registo das patentes

A China tem sido conhecida pelas suas exportações e atividade produtiva rápida e barata. A sua cultura de produção em massa e de imitação tecnológica está a mudar, sendo que os chineses estão-se a transformar numa força inovadora.

Os últimos relatórios da Citi mostram uma subida impressionante da China nos rankings da inovação e registo de patentes, principalmente a região de Shenzhen, que cada vez mais se torna numa importante "hub" para novas ideias e empresas. 

Mais informações em World Economic Forum

China criará multinacionais de tecnologia cibernética de nivel mundial

A China tem como objetivo desenvolver várias empresas multinacionais de tecnologia cibernética até 2025, conforme uma declaração oficial na quarta-feira. 

O "Panorama da Estratégia Nacional para o Desenvolvimento da TI" guiará a tecnologia da informação na China na próxima década. Até 2020, as tecnologias chave terão padrões mundiais, a indústria será muito mais competitiva e o desenvolvimento da TI será a força motriz da modernização.

Mais informações em CRI

Central nuclear: China admite desinvestir no Reino Unido

A China “não pode tolerar” as acusações de que o seu investimento numa central nuclear no Reino Unido ameaça a segurança daquele país, afirmou na segunda-feira a imprensa oficial, após Londres ter decidido suspender o projeto.

Agora, a China pode retaliar e suspender todo o investimento que faz em solo britânico. Pequim concordou em ficar com uma participação de um terço na central nuclear a ser construída pela gigante francesa EDF em Hinkley Point C, no sudoeste da Inglaterra.

Mais informações em Dinheiro Vivo

Grupo chinês BYD procura expandir-se no Brasil

O grupo automóvel chinês BYD está a aprofundar o seu relacionamento com o grupo Correios, o maior serviço postal do Brasil, a fim de se expandir naquele mercado, disse uma fonte oficial do grupo com sede em Shenzhen ao jornal China Daily.

Em Março passado, o grupo BYD cedeu uma carrinha eléctrica do modelo T3 ao grupo Correios, que está a avaliar soluções logísticas “verdes” através da realização de um conjunto de testes com veículos eléctricos de diferentes fabricantes, muito em particular aqueles que prometem eficiência energética no tráfego urbano.

Mais informações em Macauhub

CCILC
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
Copyright © 2018 Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa, All rights reserved.