Copy
 
  

LAH na QUINTA 2018
 
Relações e narrativas: o enredo no candomblé da Bahia

​Clara Flaksman (pós-doc UFBA)

Comentários: Martina Ahlert
(UFMA e pós-doc PPGAS/MN/UFRJ)


24 de Maio, 14h
Sala Castro Faria
PPGAS | Museu Nacional | UFRJ
Quinta da Boa Vista, São Cristóvão


O objetivo da apresentação é apresentar o conceito de “enredo” e alguns dos sentidos em que a noção se desdobra nas religiões de matriz africana, especificamente no candomblé. A pesquisa de campo que deu origem a esta reflexão foi feita no terreiro Ilê Iyá Omi Axé Iyamasé (mais conhecido como Gantois), em Salvador, Bahia. O argumento central aqui contido é de que o uso frequente do termo “enredo” no cotidiano é reflexo de um modo de existência múltiplo, um modelo de relacionamento intrinsecamente ligado ao candomblé, e que a sua análise enquanto conceito pode indicar uma via de acesso para a compreensão de um aspecto fundamental das religiões de matriz africana no Brasil.


 








This email was sent to <<lahmuseu@gmail.com>>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
Laboratório de Antropologia e História · Quinta da Boa Vista, s/n - São Cristóvão · Rio de Janeiro, Rio de Janeiro 0 · Brazil

Email Marketing Powered by Mailchimp