Copy
Newsletter da Associação R3 Animal - Edição 3 

Editorial 

Olá, pessoal! 

Esperamos que estejam todos bem!

Nesta terceira edição da nossa Newsletter, faremos um balanço geral sobre o #R3naPraia, projeto de educação ambiental que visitou as praias de Florianópolis durante o verão. 

Outro destaque que trazemos é como nos adaptamos ao trabalho diante da pandemia do novo coronavírus. Apesar da quarentena, o monitoramento das praias continua e os animais em reabilitação continuam a receber tratamento, afinal, salvamos vidas. 

Vocês também terão a oportunidade de conhecer nosso novo paciente que está envolto em mistério. Trata-se de um albatroz-de-sobrancelha-negra (Thalassarche melanophris) resgatado em uma plantação de arroz, no interior do Estado. 

E, claro, tem os 20 anos da R3 Animal! São duas décadas dedicadas a salvar vidas! 

Até a próxima e, se puderem, fiquem em casa. Se tiverem que sair, usem máscaras e lembrem-se sempre de lavar bem as mãos! 

R3 Animal completa 20 anos salvando vidas

No dia 2 de abril, a R3 Animal completou duas décadas de existência. Ela nasceu do esforço de um grupo de policiais ambientais e voluntários, muitos voluntários, que doavam tempo e amor para cuidar dos animais debilitados. Hoje, se transformou em referência na reabilitação de animais silvestres terrestres e marinhos. 

Para comemorar essa data tão importante, nosso colaborador Emanuel Ferreira criou essa logo. Durante este mês serão publicadas postagens contando um pouco da história da R3 Animal. Fique ligado nas nossas redes sociais e acompanhe um pouco da nossa trajetória nestes 20 anos salvando vidas. 

Você pode conferir as postagens já feitas clicando aqui e aqui

Cerca de duas mil pessoas participaram do #R3naPraia

Mesmo terminando antes do previsto por conta do novo coronavírus, o Projeto #R3naPraia foi um sucesso de público. Durante os meses de janeiro, fevereiro e metade do mês de março, a R3 Animal realizou 31 ações de educação ambiental nas praias de Florianópolis. Entre crianças e adultos, cerca de duas mil pessoas participaram diretamente dos eventos. 

"O projeto superou nossas expectativas. A interação das crianças durante as atividades e a participação dos adultos nos surpreendeu de forma positiva. A preocupação com questões ambientais é algo que está no consciente de muitas pessoas e com o projeto pudemos apresentar soluções práticas para o dia-a-dia delas", comenta a vice-presidente da R3 Animal e uma das responsáveis pelo projeto, Letícia Zampieri.

Nossos técnicos, colaboradores e voluntários puderam conscientizar crianças e adultos sobre o impacto do lixo nos oceanos. As crianças participaram de gincanas e os adultos de rodas de conversa. 

Além disso, foram distribuídos brindes para incentivar as pessoas a serem mais sustentáveis em suas vidas e substituírem os materiais descartáveis por reutilizáveis. Foram cerca de 1.700 bituqueiras, 250 ecobags, 250 ecocopos e 500 lixeiras para carros. O Projeto #R3naPraia contou com o apoio da Prefeitura de Florianópolis.


As ações nas praias eram realizadas sempre com um parceiro convidado. Foram eles: Rede Somar, COMCAP, EcoPet, Projeto Albatroz, Projeto Lontra Ekko Brasil, ReÓleo/ACIF, IMA-SC, Lamaq/UFSC, Projeto Tamar, Instituto Australis, Route Brasil, Trato pelo Capivari, CRMV-SC, Labtel e EcoPaerve. 

Abaixo, você confere algumas fotos dos eventos. 

R3 Animal segue orientações do Ministério da Saúde no combate à pandemia do novo coronavírus 

Em meio a pandemia do novo coronavírus, a R3 Animal reduziu a equipe de colaboradores no Centro de Pesquisa, Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos (CePRAM) relacionada ao Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS). Tal medida atende ao plano de contingência implementado pela Petrobras nos projetos executados em atendimento às condicionantes ambientais. O plano está em conformidade às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Ministério da Saúde.  

A parte administrativa do CePRAM está trabalhando em sistema Home Office. Já a parte de tratamento veterinário e reabilitação de animais marinhos, os colaboradores revezam para manter o efetivo reduzido na base. Todos os funcionários usam máscaras e evitam o uso compartilhado de ambientes. Vale lembrar que antes mesmo da pandemia do novo coronavírus, nossos colaboradores já seguiam normas de higiene e usavam EPI's, tais como luvas e máscaras, nos recintos, ambulatórios, e demais setores de convívio com os animais. 

Em Florianópolis, embora esteja proibido frequentar as praias, o monitoramento diário realizado pelos técnicos da R3 Animal foi mantido e autorizado pela prefeitura, através do decreto municipal Nº 21.366, de 26 de março de 2020. São recolhidos e trazidos para reabilitação os animais debilitados, e os recém mortos para a realização de necropsia. 

A íntegra do decreto você pode ler aqui

Fotos: Marzia Antonelli 

A assistente técnica de projeto Regina Reis atendendo acionamento telefônico
Franciele Caetano devidamente protegida no laboratório de análises biológicas
A médica veterinária Janaina Rocha Lorenço na sala da equipe técnica 
O tratador Lucas Pedroso no recinto das aves voadoras com os equipamentos de proteção individual já usados antes da pandemia do novo coronavírus 
Albatroz é resgatado em arrozal no Médio Vale do Itajaí

A R3 Animal recebeu um novo paciente envolto em mistério. Trata-se de um albatroz-de-sobrancelha-negra (Thalassarche melanophris), encontrado em uma plantação de arroz, na cidade de Rodeio, no Médio Vale do Itajaí, em Santa Catarina. O que intriga nossa equipe é como uma ave oceânica foi parar no interior do Estado, a cerca de 100 quilômetros da costa. 

Acionada por um casal de agricultores, a Polícia Ambiental de Blumenau resgatou o albatroz do arrozal e o trouxe para o Centro de Pesquisa, Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos (CePRAM), em Florianópolis.

“Haviam nos avisado que estavam trazendo uma gaivota, mas assim que o retiramos do carro, logo observamos aquele bico com quase um palmo de comprimento”, conta o médico veterinário Sandro Sandri.

De acordo com a médica veterinária Janaína Rocha Lorenço, o albatroz é um indivíduo juvenil e chegou febril, estava um pouco estressado, com penas quebradas e gastas, e com presença de parasitas nas fezes. Ele foi medicado e já está ativo, impermeável e em processo de ganho de peso, além de fisioterapia diária. 

Os albatrozes são aves oceânicas, passam a maior parte da vida em regiões de mar aberto em busca de alimento. Algumas espécies podem passar dos 60 anos de idade. Elas só procuram terra firme para fazer seus ninhos e alimentar seus filhotes, em ilhas distantes, geralmente no extremo do hemisfério sul e na Antártida, como as Ilhas Malvinas/Falklands, Gough, Geórgia do Sul e Tristão da Cunha. Podem atingir cerca de dois metros de envergadura e se alimentam de lulas, sardinhas e krills (animais invertebrados da família dos camarões).

O Centro de Pesquisa, Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos (CePRAM) fica localizado no Parque Estadual do Rio Vermelho, unidade de conservação sob responsabilidade do Instituto do Meio Ambiente (IMA-SC), em parceria com a Polícia Militar Ambiental.

Caso encontre um mamífero, ave ou tartaruga marinha debilitada ou morta na praia, ligue 0800 642 3341. Sua ajuda é fundamental para salvar vidas!

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama. Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo na Bacia de Santos sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos.

O PMP-BS é realizado desde Laguna/SC até Saquarema/RJ, sendo dividido em 15 trechos. Em Florianópolis, o Trecho 3, o projeto é executado pela R3 Animal.

Encaminhar este e-mail para um amigo
Twitter
Facebook
Link
YouTube

Copyright © 2020 Associação R3 Animal, Todos os direitos reservados.



Nosso endereço é:
Associação R3 Animal
Associação R3 Animal
Rodovia João Gualberto Soares
11000
Florianopolis, Santa Catarina 88060000
Brazil

Add us to your address book

+55 48 30182316

Você pode configurar suas preferências ou cancelar a assinatura a qualquer momento

Email Marketing Powered by Mailchimp