Copy
Newsletter da Associação R3 Animal - Edição 1 - Janeiro 2020

Editorial 

A partir de hoje, todo mês, você vai ficar por dentro do que acontece aqui na Associação R3 Animal: bastidores sobre o trabalho desenvolvido nos diversos setores, procedimentos veterinários, dia a dia no processo de reabilitação de animais. A newsletter será mais um canal para difundir nosso trabalho. 

Nesta primeira edição, mostraremos um pouco sobre o #R3naPraia, projeto de educação ambiental que está agitando as praias da Capital. Outros destaques são a chegada de novos voluntários estrangeiros; a revitalização do Espaço Mar Aberto e as solturas de animais reabilitados realizadas em 2019.

Esperamos que vocês gostem das nossas notícias e apreciem a leitura. 

Saudações! 

Equipe do #R3naPraia durante evento, na Praia do Moçambique
As praias da Ilha de Santa Catarina ganharam um novo atrativo neste verão. Desde o início de janeiro, o #R3naPraia tem levado educação ambiental para os banhistas que moram e visitam a Capital. O projeto vai até março e conta com o apoio da Prefeitura de Florianópolis. 

Todas as terças, quintas e sábados dos meses de janeiro, fevereiro e março, das 9h às 13h, a equipe da R3 Animal fará ações de conscientização sobre o impacto do lixo nos oceanos. 

“Faremos gincanas e brincadeiras com as crianças, roda de conversas com os adultos e distribuiremos brindes para incentivar as pessoas a serem mais sustentáveis em suas vidas, substituindo o uso de materiais descartáveis por reutilizáveis”, explica a bióloga e vice-presidente da R3 Animal Letícia Zampieri, que conta com o auxílio da também bióloga Carolina Milanesi. Durante as ações, são distribuídas bituqueiras, ecobags, ecocopos e lixeiras para carros.

A agenda completa você encontra aqui .

Conheça nossos novos voluntários estrangeiros 

A Associação R3 Animal sempre acreditou no trabalho voluntário e constantemente recebe voluntários de diversas nacionalidades. Atualmente, além dos voluntários brasileiros Patricia, Yngrid, Júnior, William e Victor, três colaboradoras estrangeiras estão trabalhando com a gente. São elas, Tania, da Argentina, Eva, da Holanda e Kinga, da Polônia. 
 
Da esquerda para a direita: Victor, Ingridy, a argentina recém-chegada Tania, William e Júnior - Foto: Nilson Coelho/R3Animal
A polonesa Kinga observando a soltura de gaivotas - foto: Nilson Coelho/R3Animal 
A holandesa Eva contendo um pinguim 
A voluntária Patrícia em momento descontraído pós-soltura - foto: Nilson Coelho/R3 Animal 
Espaço Mar Aberto recebe melhorias
O Espaço Mar Aberto, local usado para educação ambiental ás pessoas que visitam o a trilha do Parque Estadual do Rio Vermelho, está recebendo melhorias. Além das réplicas, esqueletos e pinturas de animais marinhos, o espaço procura conscientizar os visitantes a respeito da problemática relacionada ao lixo nos oceanos e o impacto na biota marinha. A responsável pelas melhorias no local é a técnica Érika Cardoso e a previsão é que o Espaço Mar Aberto esteja pronto para visitação em fevereiro. 

Em 2019, a Associação R3 Animal reabilitou 276 animais marinhos com sucesso, através do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS).

Foram 17 espécies diferentes, das quais 271 eram aves.

As gaivotas (Larus dominicanus) somaram 176 aves, 31 atobás-pardo (Sula leucogaster), 28 pinguins-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus), 13 fragatas (Fregata magnificens), oito trinta-reis-de-bico-vermelho (Sterna hirundinacea), quatro trinta-reis-de-bando (Thalasseus acuflavidus), um trinta-réis-boreal (Sterna hirundo), dois mandriões (Stercorarius parasiticus), um pernilongo-de-costas-brancas (Himantopus melanurus), um maçarico-branco (Calidris alba), um bobo-grande (Calonectris sp.), um gaivota-maria-velha (Chroicocephalus maculipennis), um biguá (Nannopterum brasilianus), um petrel-gigante (Macronectes giganteus), um petrel-gigante-do-Norte (Macronectes halli) e um savacu-de-coroa (Nyctanassa violacea).

Entre os mamíferos marinhos, cinco lobos-marinhos-do-Sul (Arctocephalus australis) foram devolvidos ao habitat natural.

O Centro de Pesquisa, Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos (CePRAM) fica localizado no Parque Estadual do Rio Vermelho, unidade de conservação sob responsabilidade do Instituto do Meio Ambiente (IMA-SC), em parceria com a Polícia Militar Ambiental.

Caso encontre um mamífero, ave ou tartaruga marinha debilitada ou morta na praia, ligue 0800 642 3341. Sua ajuda é fundamental para salvar vidas!

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama. Esse projeto tem como objetivo avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo na Bacia de Santos sobre as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, através do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos.

O PMP-BS é realizado desde Laguna/SC até Saquarema/RJ, sendo dividido em 15 trechos. Em Florianópolis, o Trecho 3, o projeto é executado pela R3 Animal.

Encaminhar este e-mail para um amigo
Twitter
Facebook
Link
YouTube

Copyright © 2020 Associação R3 Animal, Todos os direitos reservados.



Nosso endereço é:
Associação R3 Animal
Associação R3 Animal
Rodovia João Gualberto Soares
11000
Florianopolis, Santa Catarina 88060000
Brazil

Add us to your address book

+55 48 30182316

Você pode configurar suas preferências ou cancelar a assinatura a qualquer momento

Email Marketing Powered by Mailchimp